Um dos nossos maiores objetivos é impactar a comunidade para que problemas sociais recebam a atenção adequada e que problemas que afetam a população sejam minimizados, ou completamente corrigidos.

Cumprimos um papel importante na comunidade de Portão e cidades vizinhas, atuando em ações sociais com foco em ajudar o próximo, conforme sugere a promessa escoteira.

Para isso, o Grupo Escoteiro Rastreadores mantem ponto de coleta permanente para doações de roupas e alimentos que são distribuídos ao Banco de Alimentos da Defesa Civil e à Campanha do Agasalho Municipal, respectivamente.

Campanha de arrecadação

A pandemia do COVID19 que assolou o mundo inteiro, tirou vidas e impactou fortemente o cotidiano de famílias de todas as classes, seja pela falta de emprego ou pela redução na renda, o que causou um colapso na economia e aumentou ainda mais o índice de famílias que sofrem com problemas como a fome e o frio.

Na cidade de Portão não foi diferente e ações de coleta de agasalho e alimentos foram realizadas por toda a cidade.

Da mesma forma, com o apoio da Escola Portão Velho, o clã Pioneiro Glastonbury do Grupo Escoteiro Rastreadores, desenvolveu uma campanha com a intenção de contribuir com as arrecadações em prol das famílias necessitadas.

Como a ação ocorreu em meio a pandemia e as atividades dos grupos escoteiros já haviam sido suspensas pela Comissão Nacional do COVID19 dos Escoteiros do Brasil, apenas os membros adultos, maiores de 18 anos puderam atuar na campanha.

A coleta foi realizada no formato de Drive-Thru e contou com a solidariedade dos moradores da cidade e de vários membros juvenis do grupo, que fizeram questão de contribuir demonstrando o compromisso com a promessa escoteira e aproveitaram para matar a saudade da chefia e dos amigos do clâ.

A campanha finalizou o dia com um balanço muito positivo, conforme totais abaixo:

50kg de alimentos não perecíveis;

40 itens de higiene;

250 peças de agasalho.

Todo o material arrecadado foi entregue à Defesa Cível de Portão que será responsável pela distribuição às famílias com necessidades já mapeadas.

O Grupo Escoteiro Rastreadores registra um agradecimento especial à todos que contribuíram com a campanha.

0 Comentários

Kit Galeto 2019

Sábado foi dia de ação para angariar fundos para o Grupo Escoteiro Rastreadores. Como já é costume, os trabalhos iniciaram ainda na noite de sexta-feira, mas dessa vez a ação foi realizada na sede do clube de futebol Vila Rica.

Voluntários do grupo, pais e jovens trabalharam muito, cortando e temperando o frango, cozinhando arroz, batatas e organizando tudo para a entrega que estava prevista para o dia seguinte.

No sábado, as atividades foram retomadas às 6h para preparar o já tradicional Kit Galeto do grupo, que é servido com 3 coxas, 3 sobre-coxas, arroz, repolho e maionese. As entregas iniciaram às 11:30 e seguiram até às 13:00.

ação social

Os kits vendidos e que não foram retirados foram doados para um lar de idosos, um abrigo de jovens em situação de vulnerabilidade social e moradores de rua que buscavam refugio da chuva no centro de atividades Lothar Kern.

O grupo agradece o apoio dos pais, jovens e parceiros que estiveram empenhados na realização de mais uma campanha financeira e à população de Portão que adquiriu os cartões para colaborar com nossa ação.

0 Comentários

Dia Mundial da Limpeza

No dia 15 de setembro, cerca de 14,5 milhões de pessoas de 150 países – Brasil, incluído – se reuniram para participar de mutirões de limpeza nas grandes e pequenas cidades, nas praias, nos parques, em aldeias rurais, com o objetivo de limpar e também de chamar a atenção para o descarte irregular do lixo. É o Dia Mundial da Limpeza ou World Cleanup Day (WCD), uma maratona mundial de limpeza de 30 horas!

A tropa Escoteira Cruzeiro do Sul e a tropa Sênior Kaingang, estiveram envolvidos na campanha retirando mais de 500L de lixo espalhados pela praça do Chafariz em Portão.

A ação teve início em Fiji, no sul do Pacífico, onde o dia nasce primeiro, e terminou chegando ao Havaí, nos Estados Unidos. Segundo a organização, em alguns países a participação foi de até 5% da população. Uma grande festa engajada!!

O objetivo é unir e conscientizar as pessoas para enfrentar os desafios dos resíduos mal geridos e descartados de qualquer forma, inclusive em lixões ilegais, já que a maioria vai parar nas ruas, nos rios, nas praias, nas florestas deteriorando o meio ambiente e colocando a vida da fauna em risco.

Descentralizado, o movimento começou na Estônia, pequeno país ao norte da Europa, em 2008, com um dos maiores organizadores de mutirões de limpeza pelo mundo, a Let’s Do It!: em apenas cinco horas, a organização mobilizou cerca de 50 mil pessoas que eliminaram cerca de 10 mil toneladas de lixo ilegal por todo o país. Essa ação ganhou o nome de Let’s Do It 2008, e surgiu como um modelo global, espalhando-se.

0 Comentários

Mutirão Mundo Mais Limpo

No ultimo sábado (14/04) a tropa Sênior Kaingang participou do mutirão em apoio a Cooperativa Mundo Mais Limpo em São Leopoldo. As mulheres que lá trabalham contribuem com o meio ambiente através da fabricação de sabão, reutilizando o óleo de cozinha como principal matéria-prima, criando renda para seus associados e reaproveitando resíduos.

Os jovens auxiliaram na limpeza de áreas do entorno da sede da cooperativa e na reforma de áreas internas, ação necessária para ampliar a capacidade de atuação da ONG.

 

A cooperativa

É um projeto que tem por finalidade a geração de renda para mulheres de São Leopoldo, através do trabalho que consiste da reutilização de óleo saturado de cozinha para o desenvolvimento de produtos de limpeza.

Essa iniciativa visualiza também a importância de produzir uma consciência ecológica, alimentada sobretudo pela ideia do cuidado que devemos ter com o meio ambiente.

Patricia e Graziele aceitaram um grande desafio: Transformar óleo de cozinha em sabão e evitar que esse recurso seja despejado no Rio dos Sinos e cause mais impactos ambientais.

Além de apresentar benefícios para a natureza, o projeto contribui para renda familiar e estimula uma mudança de hábitos para a preservação do meio ambiente na comunidade.

Objetivos do projeto

  • O resgate e a promoção da auto-estima das mulheres que participam do grupo, através da produção de trabalhos artesanais;
  • A contribuição no cuidado do meio ambiente, através do aproveitamento do óleo de cozinha usado;
  • A formação de um grupo de trabalho informal, que tem como finalidade elaborar, a partir do óleo de cozinha, sabão e outros produtos de limpeza ecológicos, com o objetivo de gerar renda;
  • O aprendizado do trabalho em equipe, buscando o desenvolvimento das capacidades de cada uma de forma criativa.
  • O fornecimento de elementos para o aprendizado da administração do próprio dinheiro e a aquisição de uma certa autonomia econômica.

Nós transformamos o resíduo do óleo de cozinha em produtos de limpeza e velas, preservando o meio ambiente e gerando oportunidades de trabalho para mulheres da nossa comunidade.

O mutirão foi realizado apenas em um sábado, iniciando com uma palestra sobre a cooperativa e seguindo com ações práticas e contou com o auxílio de voluntários da Unisinos outros dois Grupos Escoteiros da região: Grupo Escoteiro Taquató e Grupo Escoteiro Anauê.

Para mais informações sobre o projeto Mundo Mais limpo, acesse mundomaislimpo.org.br.

0 Comentários

Campanha Maio Amarelo

A campanha Maio Amarelo tem o compromisso de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil e a intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, efetivamente, discutir o tema.

Com essa missão, nossos jovens foram às ruas de Portão neste sábado com o apoio da Brigada Militar e da prefeitura para chamar a atenção de todos sobre números assustadores que infelizmente são realidade no trânsito: Somos 43 mil vítimas de acidentes de trânsito e mais de 7.800 pedestres mortos no Brasil.

A ação foi realizada na avenida Brasil, no centro da cidade e teve a participação de 45 membros escoteiros de todos os ramos, incluindo os adultos voluntários.
Carros e pedestres que trafegavam pela avenida foram abordados e receberam informações sobre a gravidade do cenário no trânsito e a importância do cuidado ao trafegar, respeitando uns aos outros para ajudar a salvar vidas.

0 Comentários